Visualizando o Post: Peeling de Vitamina C 40%

Peeling de Vitamina C 40%


Postado em 28/10/2019

Tags: ascórbico vitamina C hidrossolúvel frutas cítricas antioxidante ácido-L-ascórbico elasticidade cutânea


A vitamina C ou ácido ascórbico é uma substância de carácter hidrossolúvel, existente em frutas cítricas ou em vegetais, contendo atividade antioxidante, mais abundante na pele. Os seres humanos não possuem a capacidade de síntese da vitamina C, a partir da glicose, devido a deficiência da L- gulono -γ-lactona oxidase, enzima final envolvida na síntese da mesma. Desta forma é indicado, adquiri-la através da dieta alimentar (DALCIN et al, 2003). A molécula possui de carácter ácido, encontrada na forma reduzida na maioria dos alimentos na forma deantioxidante (SANTOS, 2014).

Fórmula estrutural

A vitamina C possui atividade antioxidante, despigmentante, fotorrejuvescedor, reduz os sinais do fotoenvelhecemento, melhorando a textura da epiderme, ao combate as rugas. Além de estimular a síntese de colágeno, que é a maior e a mais importante proteína estrutural da pele, sendo responsável pela função de firmeza e elasticidade cutânea. O ácido-L-ascórbico é vital para o funcionamento das células, isso é visível no tecido conjuntivo, durante a formação do colágeno (CAYE et al,2008).

No século XVI, a evidencia da ingestão de vitamina C ganhou força, e teve o consumo de frutas cítricas para a prevenção do escorbuto. O mesmo tem um valor imprescindível no funcionamento celular, seu funcionamento no tecido conjuntivo, que durante a síntese de colágeno, pois age como um cofator fundamental na hidroxilação da prolina e lisina, aminoácidos essenciais para a estrutura, manutenção e função do colágeno. É importante observar que a vitamina C é extremamente instável. Ela reage com oxigênio do ar, luz e até mesmo com a água, assim que ela é exposta dá-se início as reações químicas. A vitamina C, é doadora de elétrons ou um agente redutor, doando dois elétrons, assumindo a sua forma oxidada (SANTOS, 2014).

O envelhecimento o cutâneo, começa aos 20 anos é imperceptível, a pele começa a perder algumas propriedades que lhe confere proteção e auto-regeneração, sendo distinto segundo o tipo de pele. Os sinais do envelhecimento cutâneo principiam aos 30 anos ou ser imperceptível aos 60. As primeiras causas são pelo declínio das capacidades fisiológicas da pele, o  ou atrófico, resulta na perda progressiva da elasticidade da pele, atrofiamento da pele, aumento das linhas de expressão (DALCIN et al, 2003).

Sinais exemplares de envelhecimento cutâneo

Algumas teorias são propostas para o entendimento do envelhecimento. Contudo destaca-se a teoria mais conhecida: formação de radicais livres. Radicais livre são moléculas instáveis, que perdem elétrons na medida que fazem interações com outras moléculas que estão ao seu redor. Tais moléculas são reconhecidas como as principais causas do envelhecimento e das doenças degenerativas. Assim com o intuito de proteção celular, foram inseridos os antioxidantes, que são agentes responsáveis pela redução ou a inibição de lesões provocadas pelo mesmo em nível celular (SANTOS, 2014).

Devido as características da molécula da Vitamina C, quando em meio aquoso, esta tende a sofrer oxidação e perder suas propriedades desejadas. Avaliar a estabilidade, bem como o veículo utilizado corretamente, apresenta um ponto crítico às farmácias de manipulação responsáveis por grande parte da produção de cosméticos individualizado no Brasil (DALCIN et al, 2003).  Portanto desenvolver bases cosméticas para veiculação deste ativo, que assegure sua estabilidade é um desafio farmacotécnico difícil de ser superado.

O Peeling de Vitamina C a 40% é uma inovação para uso em cabine, por especialistas da área da estética. Trata-se de um peeling enzimático muito superficial que melhora a textura e maciez da pele. Apresenta efeito rejuvenescedor e hidrata a pele desvitalizada.

Veja também a aula exclusiva sobre Peeling de Vitamica C:
http://www.marcioguidoni.com.br/midia/video/do/action/code/MTc=
 

Referências Bibliográficas

DALCIN,K.B.; SCHAFFAZICK, S.R. ;GUTTERRES, S.S. Vitamina c e seus derivados em produtos dermatológicos : aplicações e estabilidade. Rev Caderno de Farmácia. v.19, n. 2, ISSN. 0102-6593. p. 69 -79, 2003.

CAYE, M,T.; RODRIGUES, S.; SILVA,D.; ADRIANO, J.; Utilização da vitamin C nas alterações estéticas do envelhecimento cutâneo. 2008.

KRAMBECK,K.; Desenvolvimento de preparações cosméticas contendo vitamin C. 2009. Monografia ( Tecnologia Farmacêutica). Universidade Do Porto.

 


Você gostou deste post? Então compartilhe no Facebook ou Twitter!


Faça seu comentário:



Ana Rita Hauth disse: Data: 2020-05-30 - Hora: 16:41:45

Gostaria de receber o protocolo. Obrigada.

Carina disse: Data: 2019-12-03 - Hora: 08:58:18

Como mando manipular este peeling qual a fórmula ?

ricardo disse: Data: 2019-11-18 - Hora: 11:41:37

sou aluno do curso de peeling,la nao foi mensionado esse tipo de peeling,poderia me orientar?

Sônia disse: Data: 2019-10-29 - Hora: 21:06:22

Como mando fazer na manipulação?



Confira também: