Visualizando o Post: Como calcular o fator de equivalência de um fármaco?

Como calcular o fator de equivalência de um fármaco?


Postado em 19/08/2019

Tags: equivalência farmacêutica prescrições médicas medicamentos farmacotécnica Fator de Equivalência FEq amitriptilina cloridrato Amitriptilina Base


Como calcular o fator de equivalência de um fármaco?

 

Uma das limitações técnicas na produção e preparo de medicamento é saber quando aplicar o fator de equivalência farmacêutica do fármaco. Após a edição da “Lei dos Genéricos”, a resolução no 391, de 9 de agosto de 1999, determinou a obrigatoriedade do uso da Denominação Comum Brasileira (DCB) ou, na falta dessa utilizar da Denominação Comum Internacional (DCI), nas prescrições médicas.

Essas modificações trouxeram a necessidade de introduzir alterações nos procedimentos para expressar os dados sobre os medicamentos. Assim as informações antes restritas à farmacotécnica, passaram a ser expostas nas embalagens e nas bulas dos medicamentos. O objetivo é que essas informações estejam claras e coerentes a todos os profissionais da cadeia da saúde.

Entre os procedimentos está a aplicação do Fator de Equivalência (FEq), que permite calcular a quantidade de um sal, de um éster ou de uma substância hidratada a ser pesada, quando a dose desse fármaco for expressa em termos de base, da substância anidra ou de outra substância.

Muitos medicamentos são conhecidos por seu nome principal e são prescritos dessa maneira. Como exemplo, temos a prescrição do medicamento Amitriptilina, enquanto que a forma utilizada é a cloridrato de amitriptilina, ou seja, amitriptilina seria a base de referência, enquanto que a amitriptilina cloridrato o sal utilizado pela indústria farmacêutica. A amitriptilina base apresenta um peso molecular de 277,40 g/mol enquanto que a amitriptilina cloridrato o peso molecular é de 313,87 g/mol. É evidente que temos pesos diferentes de formas diferentes do mesmo fármaco. Para tanto precisamos corrigir esse “peso” através do fator de equivalência sempre pelo fármaco de referência, no caso a amitriptilina base.

 

Como calcular?

 

Fator de Equivalência é o fator utilizado para calcular a massa de um sal, éster ou substância hidratada a ser pesada, quando a dose for expressa na forma livre (base), anidra, ou ainda em outro sal ou éster de referência.

 

Exemplo 1.

 

Calcular o Fator de Equivalência da amitriptilina cloridrato em relação a amitriptilina base:

Para calcularmos o FEq temos de achar a massa molecular da amitriptilina e da amitriptilina cloridrato, para então calcularmos o Equivalente Grama dos mesmos:

 

Amitriptilina Cloridrato

Peso Molecular: 313,87 g/mol

Eqg: 313,87 g

 

Amitriptilina Base

Peso Molecular: 277,40 g/mol

Eqg: 277,40 g

 

FEq = Eqg sal / Eqg base > FEq = 313,87 / 277,40 > FEq = 1,13

 

O que o Fator de Equivalência quer dizer?

Vamos considerar a seguinte prescrição:

 

Amitriptilina..........25mg

Mande 30 caps

 

Como você pesaria essa fórmula?

 

1 capsula ................. 25mg

30 capsulas............... x

X = 750 mg ou 0,75 g

 

Porém, você dispõe da forma Amitriptilina Cloridrato, sendo assim aplica-se o fator para realizar a correção do contra-íon (cloridrato).

 

FEq = 1,13

Peso de Amitriptilina Cloridrato: 0,75 x 1,13 = 0,8475 g

 

Sendo assim, precisamos pesar um total de 0,8475 g para obtermos 25 mg de amitriptilina base em cada cápsula.

 

Referência bibliográfica:

Conselho Federal de Farmácia. Manual de Equivalência e Correção. Brasília: Conselho Federal de Farmácia, 2017.


Você gostou deste post? Então compartilhe no Facebook ou Twitter!


Faça seu comentário:





Confira também:


Resultados relacionados