Visualizando o Post: Hidroquinona e o seu efeito despigmentante

Hidroquinona e o seu efeito despigmentante


Postado em 04/07/2018

Tags: Hidroquinona clareador hiperpigmentação despigmentante tratamento melasma dermatologia despigmentação pele tratamento facial tratamento de pele melanina clareador facial clareador de pele pigmento


A procura por tratamentos para hiperpigmentação da pele está cada vez mais frequente em clínicas de estéticas e dermatológicas. Usar clareadores de pele é uma excelente alternativa no combate ao melasma.

         A hidroquinona é utilizada como agente clareador desde meados 1950. Nos anos 60, os primeiros estudo foram conduzidos para comprovar seus efeitos como despigmentante, e hoje é um dos produtos mais usados no mundo inteiro no tratamento do melasma e distúrbios da coloração da pele.

  • Estrutura Química

 

Vantagens e Desvantagens

         O melasma tem origem por distúrbios endócrinos ou inflamatórios, e também pode ser causado pelo excesso de radiação Ultravioleta (UV), ocasionando o fotoenvelhecimento da pele. Diante desse fato, a hidroquinona tem sido usada como padrão ouro no tratamento de melasmas, devido a sua grande efetividade como despigmentante. Porém, a hidroquinona quando não é utilizada corretamente pode trazer transtornos aos pacientes e prescritores.

MECANISMO DE AÇÃO DA HIDROQUINONA

         A hidroquinona é um composto fenólico natural encontrado em muitas plantas como café, frutas e grãos. É utilizada há anos por dermatologistas como clareador de manchas na pele. Ela atua no melanócitos (células responsável pela produção de melanina) inibindo a enzima que converte o aminoácido tirosina em melanina, chamada de tirosinase. Ao inibir a ação desta enzima, o melanócitos apresenta dificuldade na síntese da melanina, diminuindo a formação do pigmento.

  • Mecanismo de inibição da formação da melanina.

 

VANTAGENS

  • Potente ação despigmentante
  • Apresenta ação em baixas doses: 2 a 4%
  • Efeito potencializado quando associada a ácidos orgânicos
  • Em baixas concentrações e períodos curtos de tratamento é considerada segura
  • Os efeitos despigmentantes podem ser observados em poucos meses de tratamento

 

DESVANTAGENS

  • Tem efeito citotóxico para as células
  • Pode ocasionar ocronose (mancha acinzentada na pele)
  • Pode causar despigmentação em confete (manchas brancas na pele)
  • Efeitos tóxicos é dose-dependente, quanto maior a dose e o tempo de tratamento, maior os risco de efeitos adversos
  • O paciente deve obrigatoriamente usar protetor solar na pele, pois a hidroquinona deixa a pele mais sensível a radiação solar

 

Apesar dos efeitos adversos, a hidroquinona é uma boa opção para tratamento de melasma, em baixas doses e período curto de tempos. Sempre deve ser acompanhado de um profissional habilitado durante o tratamento.

 

Quer saber mais sobre microagulhamento e ainda conhecer tudo sobre o mundo dos despigmentantes?

Acesse o link: https://professormarcioguidoni.kpages.online/cursodespigmentante


Você gostou deste post? Então compartilhe no Facebook ou Twitter!


Faça seu comentário:



Débora Souza disse: Data: 2019-11-10 - Hora: 20:58:19

Usei a Hidroquinona por pouco tempo para tratar uma mancha escura, infelizmente a mancha está toda branca.Há tratamento?

Ezinha Silva disse: Data: 2018-12-12 - Hora: 13:32:52

Era o que eu precisava saber Muito bom! Obrigada..



Confira também: